A negação da perda

“Hoje sonhei que minha mãe( falecida a 3 anos) sumia. Minha irmã a tinha internado em um hospital e já faziam 6 meses sem que ela  voltasse para casa. Até que eu fui ao hospital saber o porque dela não ter recebido alta. Chegando lá ela havia desaparecido. Eu ficava desesperada e entrava em um carro e ia pelo bairro para procurá-la. de repente ela aparecia bem e eu a perguntava por onde ela havia andado.
Logo depois eu fazia uma visita a um centro espírita kardecista com minha vizinha ( esta minha vizinha é espírita mesmo). Chegando neste centro, estavam lá 2 primos meus , sendo que não fui bem recebida neste centro.
Outra parte do sonho era que eu estava em um hospital procurando minha mãe e eu abria porta por porta das enfermarias para ver se ela estava lá… e em algumas enfermarias tinham pessoas doentes, outras mortas e em uma delas estava minha irmã mais nova muito doente quase desfalecida. Quando eu abria as portas, me batia um medo terrível.
ah, e quando eu achava a minha mãe não era a minha mãe que aparecia e sim meu esposo. Mas a minha mãe chegava em casa como se nada tivesse acontecido.

Assim foi meu sonho.”


Presumo que esta pessoa que sonha, cuja mãe de fato faleceu a 3 anos, ainda não se conforma com a perda. Em seu sonho, ela, claramente, nega a morte. Primeiro, convencendo-se de que a mãe apenas desapareceu, sumiu. Depois, sendo mal recebida no centro espírita (uma forma mágica de afastar esta possibilidade) e a busca incessante pelos hospitais.

Em suas buscas, ela se depara com pessoas à beira da morte, ou, se está num hospital, obviamente sabe, inconscientemente, da possibilidade da morte. Ao abrir estas portas (tudo é simbólico), ou seja, ao se deparar com a possibilidade da morte, sente um medo terrível!

Suponho que seus vínculos emocionais com a figura materna ainda não haviam sido bastante bem resolvidos quando se deu a perda por morte. Perda irreparável, faz com que o sonho seja a única via pela qual se sente capaz de negá-la. Magicamente, transfere todo o conteúdo emocional vivido através da mãe, para a figura do marido, que hoje, deve ocupar este lugar carente em sua vida.

Um abraço

Carmem

Créditos da imagem: Lasar Segall.

1 comentário Adicione o seu

  1. sonhei com esse Morfeu , e vim para o google saber oque significava , esse cara se transformava em todos do meu serviço dai ele disse que era morfeu eu o prendi junto comigo em uma cadeia e ele falo , não sei por que tanta guerra e eu o ataquei dentro da cadeia , dai acordei

    Curtir

Escreva aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s